domingo, 11 de outubro de 2020

ATÉ TU, DORIA?

Doria fica ‘indignado’ por Marco Aurélio soltar criminoso do PCC

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), voltou a dizer que ficou indignado com a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio de Mello de soltar o traficante André de Oliveira Macedo, o André do Rap, um dos chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC).

A liminar de Marco Aurélio foi revertida pelo presidente da corte, Luiz Fux, que suspendeu a soltura do traficante. Após a suspensão de Fux, Doria anunciou uma força-tarefa da Polícia de São Paulo para capturar André do Rap, mas ele ainda está foragido.

– Não sou jurista, sou um brasileiro indignado com sua atitude de colocar criminoso em liberdade. Lugar de bandido é na cadeia – disse Doria.

Mais cedo, Marco Aurélio defendeu ao Estadão que sua decisão foi tomada de forma vinculada à lei. Segundo o vice-decano, a decisão foi baseada no pacote anticrime, que inseriu no artigo 316 do Código de Processo Penal regra limitando a prisão preventiva a 90 dias, podendo ser renovada sob pena de se mostrar ilegal.

Estadão

Nenhum comentário: