quinta-feira, 10 de setembro de 2020

WITZEL TEM PEDIDO DE LIMINAR NEGADO POR TOFFOLI

STF nega liminar para suspender afastamento de Witzel do governo do Rio

Witzel vai ao STF contra comissão de impeachment - ISTOÉ Independente
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, negou, nesta quarta-feira (9/9), um pedido de liminar impetrado pela defesa do governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, para supender o afastamento do cargo.

No último dia 28 de agosto, Witzel foi afastado do governo por decisão do ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), por um prazo de 180 dias.

Gonçalves atendeu a uma solicitação da Procuradoria-Geral da República (PGR), baseada em investigações da Operação Tris In Idem, que investiga irregularidades e desvios na saúde do Rio de Janeiro durante a pandemia do coronavírus.

Nenhum comentário: