quarta-feira, 16 de setembro de 2020

SAIBA QUEM TOFFOLI PROTEGEU ARQUIVANDO DELAÇÕES DE CABRAL

Saiba quem Toffoli beneficiou ao arquivar inquéritos de Cabral

Saiba quem Toffoli beneficiou ao arquivar inquéritos de Cabral
Ao arquivar as investigações abertas por Edson Fachin com base na delação de Sérgio Cabral, Dias Toffoli beneficiou ministros do STJ e do TCU, desembargadores, deputados, senadores e um ex-procurador-geral do Rio, relata Fabio Serapião na Crusoé.

Entre os citados nos anexos da delação do ex-governador do Rio –que não serão mais investigados– estão Aécio Neves, Renan Calheiros, Jader Barbalho, Eduardo Paes, Gilberto Kassab, Paulinho da Força, os ministros do TCU Vital do Rêgo, Aroldo Cedraz e Bruno Dantas e o atual presidente do STJ, Humberto Martins.

Nenhum comentário: