segunda-feira, 28 de setembro de 2020

JUSTIÇA DESPORTIVA: ATLÉTICO-MG QUER FLAMENGO FORA DO BRASILEIRÃO

Atlético-MG vai pedir banimento do Flamengo do Brasileirão

O presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Câmara, afirmou que o clube irá pedir o banimento do Flamengo do Campeonato Brasileiro. A razão seria a atitude do clube de tentar a todo custo adiar a partida com o Palmeiras por conta do surto de coronavírus no elenco rubro-negro. O jogo acabou acontecendo neste domingo graças a uma liminar do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Anteriormente, o Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ) havia decidido suspender a partida, a pedido do Sindicato de Funcionários de Clubes do estado.

“A lei vale para todos. O Flamengo se utilizou da Justiça comum para descumprir o protocolo da CBF e desrespeitar todos os outros 19 clubes da Série A, em mais um exemplo de soberba. Isso é passível de banimento. Tem de ser rebaixado automaticamente. O Atlético-MG vai entrar com um pedido à Procuradoria do STJD para a exclusão do Flamengo do Brasileiro. Deve ser realmente banido do campeonato”, declarou Sette Câmara, em entrevista ao site Terra.

Segundo o mandatário atleticano, o time carioca deveria ter brigado nas esferas esportivas, provando que não tinha capacidade de escalar atletas suficientes para a partida. No entanto, como as ações tentando suspender o jogo na Justiça Comum foram ajuizadas pelo Sindicato dos Funcionários de Clubes e pelo Sindicato dos Atletas, é improvável que a ação vá em frente.

Sette Câmara ainda relembrou o Goiás, que passou por situação parecida, mas entrou em campo. “Onde estava o Flamengo quando o Goiás, outro clube da elite nacional, teve mais de um time e meio de jogadores com covid-19? Eles (do Flamengo) se manifestaram a favor do adiamento dos jogos do Goiás?”, afirmou. O próprio clube goiano se manifestou contra a intenção do Flamengo de adiar a partida nas redes sociais.

ESTADÃO CONTEÚDO

Nenhum comentário: