quinta-feira, 3 de setembro de 2020

JUSTIÇA CONDENA O FLAMENGO POR BRIGA NO MANÉ GARRINCHA

Justiça do DF condena Flamengo e Federação local por briga no Mané Garrincha em 2016

Justiça do DF condena Flamengo e Federação local por briga no Mané Garrincha em 2016O Flamengo e a Federação de Futebol do Distrito Federal foram condenados pelo Tribunal de Justiça do DF (TJDFT) ao pagamento de multa de R$ 282 mil por falta de segurança em jogo realizado no estádio Mané Garrincha, em 2016. Na ocasião, o Flamengo enfrentou o Palmeiras pelo Brasileirão e houve confronto entre torcedores durante o intervalo. Um homem ficou gravemente ferido.

A ação teve início em pedido do Ministério Público do DF (MPDFT), que busca responsabilizar os organizadores do jogo. De acordo com a sentença, publicada nesta quarta-feira, a partir dos relatos e vídeos divulgados à época foi possível concluir que houve “grave, injusta e intolerável violação ao direito à segurança preconizado no Estatuto do Torcedor".

A multa aplicada (R$ 282.856,50) representa 10% do faturamento bruto do jogo e será revertido ao Fundo de Defesa do Consumidor. O julgamento foi realizado em primeira instância. Ainda cabe recurso dentro do próprio TJDFT, além dos tribunais superiores.

Segundo o Ministério Público, a estimativa de público no dia do evento era de 30 mil pessoas, enquanto que o público máximo estimado para o estádio era de 45 mil pessoas. Entretanto, foram utilizados quase 55 mil ingressos.

Ainda de acordo com o MP, em razão da insuficiência de seguranças para o público, foram registradas várias ocorrências de violência antes, durante e após o evento. As brigas entre as torcidas, inclusive, resultaram em condenação de ambos os times ao pagamento de multa pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), além da perda de mando de campo.

A briga

Flamengo e Palmeiras se enfrentaram no Mané Garrincha no dia 5 de junho de 2016, pela 6ª rodada do Brasileirão. No intervalo do jogo, torcedores dos dois times entraram em confronto nas áreas internas do estádio. A Polícia Militar usou spray de pimenta para tentar conter a confusão, o que afetou várias áreas da arquibancada e chegou a provocar um atraso no início do segundo tempo da partida.


Três torcedores ficaram feridos e foram encaminhados ao hospital - um deles, em estado grave. Trinta pessoas foram detidas. Em fevereiro deste ano, um dos integrantes da torcida Mancha Verde foi condenado por tentativa de homicídio qualificado contra o torcedor do Flamengo que sofreu os ferimentos mais graves.

ge

Nenhum comentário: