quarta-feira, 23 de setembro de 2020

IMPRENSA DETURPOU DISCURSO DE BOLSONARO NA ONU

Falas em discurso de Bolsonaro na abertura da 75º Assembleia Geral da Onu foram deturpadas

As “polêmicas declarações” do presidente Jair Bolsonaro, como assim classifica parte da imprensa, no discurso na abertura da 75ª Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas), nessa terça-feira(22), apresentaram pontos sensíveis de deturpação da fala, diante do que foi apresentado.

O Blog do BG detalha:

Por tradição, o Brasil abre o evento.

O presidente fez declaração na abertura da 75ª Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas). Por tradição, o Brasil abre o evento.

Conforme pode ser conferido em vídeos e em discurso na íntegra, o presidente não falou que o auxílio emergencial era de mil dólares. Na verdade, falou que a soma era de aproximadamente mil dólares.

Outros dois pontos repercutidos por parte da mídia, também apresentam deturpação do que foi noticiado:

Bolsonaro não apregoou culpa em índios e caboclos. Como pode ser visto detalhadamente em texto, o presidente separou os focos culturais de coivaras com os focos criminosos e mostrou ações na regularização fundiária e com o uso do exército

Por fim, também há uma outra distorção da fala em relação ao trecho que cita a decisão do STF, que de FATO, proibiu o presidente de decidir sobre isolamento e quarentena.

Além da deturpação de parte da mídia, a nota da Associação Brasileira de Imprensa(ABI) – “Bolsonaro mente e envergonha o Brasil”, definitivamente, não é fidedigna ao discurso apresentado.


Com informações do BG

Nenhum comentário: