domingo, 20 de setembro de 2020

FATO



A cada eleição que acontece em Ceará-Mirim é visível o aumento do 'cordão dos puxa-sacos'.

Evidentemente que é salutar o eleitor torcer por seu candidato, seja ruim ou bom, mas é seu candidato. 

Porém, não vejo a necessidade de se construir inimizades para defender quem jamais lhe defenderá. 

O puxasaquismo é remédio ou veneno?

Sempre que tenho uma folgazinha do Blog e dos afazeres do cotidiano eu verifico as redes sociais e me surpreendo com babações pra todo lado. 

Pessoas que não precisam desse expediente, mas usam. 

Quem perde um amigo porque pensa diferente, para defender um político qualquer ou qualquer político, não é digno de ter amigos.

Isto é FATO!

Um comentário:

Conhecedor disse...

Tô pra ver uma cidade com tantos puxa saco, da nojo