sexta-feira, 25 de setembro de 2020

DEMITIDOS DA GLOBO EM 2020 - SAIBA QUEM 'PEGOU O BECO'

Demitidos! Veja quem deu adeus à Rede Globo em 2020

Bruno Gagliasso
Pelo menos 12 grandes nomes da Rede Globo foram desligados da emissora e, de acordo com o colunista Fernando Oliveira, do UOL, ainda há pelo menos mais dez atores na lista de demitidos. Depois de Bruno Gagliasso e Bruna Marquezine, que deixaram a casa em 2019, o ator Stênio Garcia foi demitido após 47 anos dando vida a personagens marcantes, como o Bino, do seriado Carga Pesada, e o tio Ali, da novela O Clone.

– Antes de ser colocado na geladeira eu fazia dois trabalhos ao mesmo tempo, pois nessa época gravava Carga Pesada simultaneamente com Hoje é Dia de Maria. Ficar encostado vivendo de salário base numa emissora e sendo minado dia após dia é muito pior que ser demitido – desabafou Stênio, revelando uma grande mágoa com a emissora.

Outra demissão que gerou forte repercussão no mundo da TV foi do novelista Aguinaldo Silva. Autor de sucessos memoráveis como Senhor do Destino e A Indomada, Aguinaldo trabalhou na Globo por mais de quatro décadas e tinha um salário de R$ 3 milhões. Sem uma nova obra prevista, acredita-se que o fracasso de O Sétimo Guardião também tenha contribuído com a decisão. Por falar em O Sétimo Guardião, o ator José Loreto, que integrou o elenco da trama, também deu adeus à emissora juntamente com a ex-esposa, a atriz Débora Nascimento.

Ainda dentro da dramaturgia, houve a saída de Regina Duarte, que foi chamada para assumir a Secretaria Especial da Cultura no governo Bolsonaro e agora deve chefiar a Cinemateca em São Paulo; Miguel Falabella, que atuou e roteirizou programas de TV; Vera Fischer, que pertenceu ao quadro de funcionários por mais de 40 anos; José de Abreu, que fez o anúncio durante uma live com o ex-presidente Lula; e Renato Góes, que foi alçado ao posto de protagonista, em 2019, quando estrelou a novela Órfãos da Terra

Recentemente, três outros grandes nomes da emissora não tiveram seus contratos renovados. Com mais de 50 anos de casa, o icônico casal Tarcísio Meira e Glória Menezes deixou o quadro de funcionários, mas, apesar disso, a Globo declarou que está de portas abertas para futuros trabalhos. Outro veterano a deixar o barco foi Antonio Fagundes, que tinha um dos maiores salários dentro da empresa. Seu último trabalho na TV ao longo desses 44 anos foi na novela Bom Sucesso, que foi ao ar em 2019, no horário das 19h.

Fora da ficção, a Globo também fez cortes no setor de entretenimento com a demissão de Zeca Camargo, que estreou no canal em 1996 e apresentou diversos programas. Na parte de esporte, quem dançou foi o jornalista Lucas Strabko, conhecido como Cartolouco. Ele chegou a ser afastado do Globo Esporte São Paulo após fazer uma “guerra” de álcool em gel ao vivo.

pleno.news

Nenhum comentário: