sexta-feira, 21 de agosto de 2020

RJ: LIVE DA PRÉ-CANDIDATA DO PSOL A PREFEITURA É INVADIDA

Evento de Renata Souza, pré-candidata do PSOL no Rio, sofre ataque virtual

Renata Souza, do PSOL, e imagem transmitida por 'invasor' em sua transmissão ao vivo
Uma transmissão ao vivo realizada nesta quinta-feira pela deputada estadual Renata Souza (PSOL), pré-candidata à prefeitura do Rio de Janeiro, foi virtualmente invadida no serviço de videochamadas Zoom. O evento marcou o lançamento da pré-candidatura da parlamentar visando as eleições deste ano. Renata, que antes de chegar à Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) foi assessora da vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018, é a escolhida do partido para substituir o deputado federal Marcelo Freixo, cuja desistência da disputa foi anunciada em maio.

Registros obtidos pelo Sonar mostram que, na videochamada iniciada às 19h, Renata estava apresentando seus planos para a Prefeitura carioca quando teve as próprias falas interrompidas por usuários que estavam transmitindo imagens aleatórias, inseridas fora de contexto na transmissão e fora do roteiro da deputada.

Entre as figuras exibidas, estava a máscara utilizada para fazer referência ao soldado inglês Guy Fawker, popularizada no Brasil pelo filme "V de Vingança" e associada frequentemente ao grupo hacker Anonymous — contas com essa denominação vazaram recentemente dados do presidente Jair Bolsonaro, seus familiares, ministros e da extremista Sara Giromini. O ataque ao evento também envolveu a exibição de desenhos animados e memes.

'Não irão nos calar'

Durante a live, Renata e companheiros de partido chegaram a verbalizar comentários sobre a ocorrência do ataque. Entre as mensagens publicadas pelos espectadores em um chat, houve menções a uma possível "invasão bolsominion" — em referência a uma possível ação de apoiadores de Bolsonaro no episódio. 

No Twitter, a conta de Renata republicou mensagens que registravam o ocorrido e comentou: "Não conseguiram e não irão nos calar".

O evento contava com cerca de 500 participantes no momento em que o ataque ocorreu. Entre eles, estavam os deputados federais Marcelo Freixo e Talíria Petrone, ambos do PSOL fluminense. Ela também publicou sobre o fato: 

"Plenária de lançamento da pré-candidatura de Renata Souza acaba de ser invadida por um ataque organizado de hackers que não toleram mulheres negras ocupando os espaços de poder. Não nos calarão e não nos intimidarão! A plenária continua", escreveu a parlamentar.

Na última terça-feira, o pré-candidato a vereador pelo PT em São Paulo William De Lucca também foi vítima de um ataque virtual durante um evento de pré-campanha no Zoom. Na ocasião, cerca de 20 contas entraram na videochamada que De Lucca promovia e passaram a exibir cenas de pedofilia.

O Globo

Nenhum comentário: