quinta-feira, 20 de agosto de 2020

MOSSORÓ: AEROPORTO TEM INCÊNDIO E ADMINISTRAÇÃO NÃO DESCARTA AÇÃO CRIMINOSA

Prestes a receber Bolsonaro, Aeroporto de Mossoró tem incêndio; Administração não descarta ação criminosa

Corpo de Bombeiros foi acionado e
evitou que o fogo se alastrasse
Prestes a receber o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o Aeroporto Governador Dix-Sept Rosado, em Mossoró, no Oeste potiguar, teve um incêndio registrado na tarde desta quarta-feira (19). A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBM) e pela administração do local.

De acordo com o gestor do aeroporto, Paulomark Dias Pereira, o fogo foi identificado através de câmeras de segurança. Logo, os Bombeiros foram acionados e evitaram que as chamas se alastrassem. Por conta de recentes atos de vandalismo no local, a administração não descarta que o incêndio foi decorrente de uma ação criminosa.

“Sofremos atos de vandalismo entre o final do mês de julho e o início de agosto. O incêndio é suspeito, pois ele só queimou a partir da pista. A cerca, que tem mata próxima, não estava queimada”, contou ao Agora RN.

Aeroporto teve incêndio
nesta quarta-feira (19) 
O Aeroporto de Mossoró teve 36 lâmpadas da pista quebradas entre os dias 26 de julho e 6 de agosto. A polícia foi contatada e reforçou a segurança no local, mas apesar das rondas, não conseguiu prender nenhum suspeito.

Na segunda-feira (17), uma comitiva do presidente Jair Bolsonaro chegou ao local para organizar ações para a visita de Bolsonaro ao RN. Cerca de 40 pessoas integravam a comitiva. Na sua agenda no estado, Bolsonaro deve visitar os municípios de Assu e Jucurutu, onde está sendo construída a barragem de Oiticica. Junto do presidente, os ministros potiguares Fábio Faria (Comunicações) e Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) devem estar presentes na visita.

No tocante à chegada do presidente, o gestor afirmou que a equipe de Bolsonaro teve receios, mas todo o calendário programado segue sem alterações.

“Os pilotos e a equipe já estavam com receio, por conta do vandalismo anterior. Depois desse incêndio, ficaram com um pé atrás, mas a agenda segue normalmente”, relatou.

Em contato com o Corpo de Bombeiros, o Agora RN apurou que, de acordo com os militares que foram na ocorrência, há a possibilidade do fogo ter sido causado por causa natural.

“Provavelmente foi causa natural. Já que o mato está muito seco, nessa época do ano esse tipo de ocorrência tende a aumentar”, explicou.

Agora RN

Nenhum comentário: