sexta-feira, 24 de julho de 2020

PRISÃO: A VIDA DE RONALDINHO NO PARAGUAI

Hotel histórico e quadra de futebol improvisada: a vida de R10 no Paraguai 

O “rolê aleatório” de Ronaldinho Gaúcho no Paraguai está durando mais do que ele imaginava. Abrigados na suíte presidencial do hotel Palmaroga – uma espécie de “fortaleza” construída há 119 anos no centro histório de Assunção -, ele e o irmão e empresário, Roberto Assis, estão presos em regime domiciliar desde o início de abril. 

O hotel, que já sediou a prefeitura de Assunção e o Palácio da Justiça, foi fechado exclusivamente para Ronaldinho e Assis, e conta com estrutura de piscina, academia e bar rooftop. Sem quadra de futebol, uma sala foi improvisada para o ex-jogador dar embaixadinhas e treinar com bola. Não se sabe até quando vai durar essa mordomia, já que o estabelecimento abriu reservas para hóspedes a partir do dia 24 de agosto. A suíte premium custa em torno de 350 dólares por dia, mas isso é uma pechincha se comparada à fiança que a dupla pagou para sair da cadeia – 1,6 milhão de dólares.

Nenhum comentário: