quinta-feira, 9 de julho de 2020

PRISÃO DE RICARDO ELETRO FAZ LUCIANO HUCK APAGAR FOTOS NAS REDES

Luciano Huck vira piada nas redes sociais após prisão de Ricardo Eletro, “apagou as fotos”

Luciano Huck vira piada nas redes sociais após prisão de Ricardo Eletro, “apagou as fotos”Luciano Huck virou alvo de piadas na internet após a prisão de Ricardo Nunes, fundador da rede varejista de eletrodomésticos, nesta quarta-feira (08). O apresentador mantém uma amizade de alguns anos com o empresário, que é acusado de sonegação de impostos e lavagem de dinheiro. “Vi que você apagou as fotos com o Ricardo Eletro. Tá tudo bem?”, debochou a usuária identificada como Karola.

O dono da rede varejista foi preso em São Paulo na Operação Direto Com o Dono, que investiga mais empresários do ramo de eletrodomésticos e eletroeletrônicos e apura a sonegação de cerca de R$ 400 milhões em impostos que deveriam ter sido pagos ao Estado de Minas Gerais. A Justiça ainda determinou o sequestro de bens e imóveis de Ricardo Nunes, avaliados em cerca de R$ 60 milhões.

Assim que a notícia da prisão foi divulgada, o nome de Luciano Huck apareceu nos assuntos mais comentados do Twitter. O funcionário da Globo já foi visto algumas vezes ao lado de Nunes e também fez publicações com elogios ao empresário. A Ricardo Eletro, inclusive, já figurou entre os principais patrocinadores do Caldeirão do Huck.

Rapidamente, os internautas resgataram imagens do apresentador com Ricardo e debocharam das amizades ruins do marido de Angélica. “Luciano Huck deve ser muito inocente porque só anda com tranqueira, Ricardo Eletro é o mais recente amigo criminoso preso!”, afirmou Jederson Eugênio em uma publicação acompanhada de imagens do artista com Luiz Inácio Lula da Silva e Aécio Neves.

“Luciano Huck sabe reconhecer uma boa amizade”, escreveu Emelin Sousa. “Luciano Huck correndo pras redes sociais apagar fotos e elogios a mais um amigo criminoso”, comentou a internauta Danilandia, se referindo ao episódio em que o apresentador apagou as publicações ao lado de Aécio Neves quando o senador foi denunciado por lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

“Eu acho que tinham que criar uma operação chamada “Caldeirão do Huck” para investigar todo o círculo de amizade do Luciano Huck. O cara só tem amigo bandido. O último a ser preso foi o fundador da Ricardo Eletro”, sugeriu Dani Bacedo.

Créditos: UOL

Nenhum comentário: