quarta-feira, 29 de julho de 2020

COMISSÃO DA ANISTIA: DILMA QUER INDENIZAÇÃO MENSAL DE R$ 10,7 MIL

Caso de Dilma não tem previsão de voltar à pauta da Comissão de Anistia


Caso de Dilma não tem previsão de voltar à pauta da Comissão de Anistia
Após o Conselho da Comissão de Anistia adiar as sessões desta semana, não há previsão de data para a realização das reuniões, informa Helena Mader na Crusoé. Na pauta de quinta-feira, dia 30, estava um processo envolvendo Dilma Rousseff.

A petista pede uma indenização mensal de R$ 10,7 mil por ter sido presa e torturada durante a ditadura. As sessões foram suspensas porque o presidente do conselho, João Henrique Nascimento, testou positivo para Covid-19.

O caso de Dilma está parado no colegiado há mais de um ano – em junho de 2019, a então relatora do processo, conselheira Any Ávila Assunção, pediu mais tempo para avaliar a situação da ex-presidente.

Nenhum comentário: