terça-feira, 26 de maio de 2020

RN: MPF - 'WITZEL COMANDAVA AS AÇÕES"

Covidão no Rio: "Wilson Witzel mantinha o comando das ações"

Covidão no Rio: “Wilson Witzel mantinha o comando das ações”No mandado de busca e apreensão contra Wilson Witzel, obtido por O Antagonista, o ministro do STJ Benedito Gonçalves cita trecho do pedido do Ministério Público Federal, segundo o qual “W.W. mantinha o comando das ações (auxiliado por H.W.), tendo seu secretário E.S., por meio da resolução SES nº 1991, delegado funções a G.N., criando-se estrutura hierárquica que deu suporte aos contratos supostamente fraudulentos”.

As iniciais referem-se, respectivamente, ao governador Wilson Witzel, à primeira-dama Helena Witzel, ao ex-secretário de Saúde Edmar Santos e ao ex-subsecretário Gabriell Neves.

A Operação Placebo mira contrato de R$ 835 milhões com a organização Iabas para administrar hospitais de campanha no estado.

Na decisão contra Witzel, Gonçalvez cita ainda o seguinte trecho do pedido do MPF:

“As provas coletadas até esse momento indicam que, no núcleo do Poder Executivo do Estado do Rio de Janeiro, foi criada uma estrutura hierárquica, devidamente escalonada a partir do governador, que propiciou as contratações sobre as quais pesam indícios de fraudes.”

O Antagonista

Nenhum comentário: