quarta-feira, 25 de março de 2020

APÓS PRONUNCIAMENTO ASSINATURAS DE IMPEACHMENT CONTRA BOLSONARO DOBRAM

Impeachment de Bolsonaro: assinaturas dobram após pronunciamento

Resultado de imagem para bolsonaroApós o pedido de interrupção da quarentena em razão do coronavírus feito pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), em rede nacional, uma petição on-line de impeachment do mandatário dobrou o volume de apoiadores, ultrapassando 600 mil assinaturas.

Há pelo menos dois pedidos de impeachment contra o atual presidente protocolados na Câmara dos Deputados. Um deles foi protocolado pelo seu ex-aliado Alexandre Frota (PSDB-SP), o outro por um grupo de intelectuais e artistas.

O presidente fez o pronunciamento na noite dessa terça-feira (24/03). Durante a madrugada, o pedido passou de 250 mil assinaturas para meio milhão. Até o discurso, o isolamento social era tratado como a única forma de evitar a proliferação do coronavírus, segundo o Ministério da Saúde. Até terça, a doença já havia matado 46 pessoas em todo o Brasil.

Um dos pedidos sustenta que Bolsonaro cometeu crimes de responsabilidade ao convocar o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF) e ao desautorizar ações sanitárias. “Talvez esse seja um dos piores momentos para ingressar um processo de impeachment, mas talvez o momento mais necessário para afastar um irresponsável”, disse a deputada Fernanda Melchionna (PSol- RS), que apoia o impeachment e participou da elaboração do documento junto aos artistas.

A petição relembra a participação do presidente em manifestação pró-governo e o responsabiliza por incentivar práticas contrárias às indicadas pelo Ministério da Saúde. O processo também abrange “infrações” cometidas por demais membros do governo.

Após ser firmado o protocolo, o pedido vai passar pelo crivo do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para ser encaminhado a uma comissão especial.

Metrópoles

Nenhum comentário: