segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

TORCIDAS: VANDALISMO FAZ POLÍCIA REFORÇAR SEGURANÇA

Polícia Civil vai reforçar segurança nos estádios do RN em dias de 'jogos de risco'

Membros das torcidas organizadas de ABC e América-RN entraram em confronto em Natal — Foto: Reprodução/Redes SociaisA Polícia Militar e o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) vão ganhar o reforço da Polícia Civil no combate à violência entre torcidas organizadas nos estádios potiguares. Os agentes irão atuar nos jogos em que a PM classificar como "de risco". A decisão de integrar as operações ocorreu na manhã desta segunda-feira (10) em reunião com a presença da delegada-geral, Ana Cláudia Saraiva, o comandante da PM, coronel Alarico Azevedo, e o procurador-geral de Justiça, Eudo Leite.

“O objetivo dessa união é trazer paz aos estádios, fazer com que o torcedor comum, que apoia seu time, possa ir às praças esportivas com a devida tranquilidade. Para isso, o combate à violência das torcidas organizadas, ao mau torcedor, deve ser reforçado”, disse o procurador-geral, Eudo Leite.

Na sexta-feira (7), o MPRN e a Polícia Militar já haviam traçado estratégias para coibir a violência de torcidas organizadas nos estádios potiguares. Após reunião na sede da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), ficou definido que a torcida Tradição, Motivação e Vibração (TMV) - também conhecida como Máfia Vermelha -, do América-RN, está suspensa de acessar as praças esportivas nas próximas 10 partidas do time - seja mandante ou visitante e por quaisquer competições que o clube participe.

Além da suspensão, a PM pede que os dirigentes de todas as torcidas organizadas do RN atualizem seus quadros de sócios. Esse cadastro atualizado também já está previsto no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado junto ao MPRN e à Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) em 2014. As torcidas organizadas devem remeter à PM um cadastro de cada integrante contendo nome completo, naturalidade, filiação, RG, CPF, endereço residencial, fotografia e assinatura até esta segunda-feira (10).

G1

Nenhum comentário: