sexta-feira, 16 de agosto de 2019

CEARÁ-MIRIM: ELEIÇÃO SUPLEMENTAR (?)

Vai ou fica?

O prefeito Marconi Barreto já deixou bem claro que, caso seja cassado no próximo dia 22 de agosto pelo plenário do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), e numa eventual eleição suplementar na cidade de Ceará-Mirim, seu candidato a prefeito será o secretário de saúde do município, Carlos Filho. 

Como é do conhecimento de toda Ceará-Mirim, a câmara municipal deverá se dividir em relação a apoios, muitos nomes devem surgir para a disputa. Normal, dois vereadores vão para ali, três vão para acolá, quatro fica por aqui, e assim a vida segue. 

A pergunta de ENEM é a seguinte: Caso isso se confirme, os vereadores que detém cargos no município vão de Carlos Filho, ou vão pular fora? se for pular fora, vão entregar os cargos que detém no município?


Nenhum comentário: