segunda-feira, 8 de julho de 2019

RN: ADVOGADO TERIA INFLUÊNCIA NO TST? - MPF APURA

MPF apura tráfico de influência no Tribunal Superior do Trabalho

O Ministério Público Federal investiga suposta prática de tráfico de influência e exploração de prestígio contra o Tribunal Superior do Trabalho (TST), envolvendo o advogado Erick Pereira, filho do ministro do TST Emmanoel Pereira. A investigação criminal foi aberta no último mês de junho, diz reportagem de O Globo. Após quebra de sigilo autorizada pela Justiça, os procuradores descobriram anotações e documentos no e-mail de Erick Pereira, que levantaram suspeitas de que o advogado atuou informalmente em processos no TST. Um desses processos teve despachos e julgamento proferidos por seu pai, o ministro Emmanoel Pereira.

O jornal falou com o advogado, e Erick afirmou que “só fez proposta de prestação de serviços, mas não chegou a atuar nos processos”. Já o ministro do TST, pai de Erick, diz que “se declara impedido em casos de parentes”.

No dia 8 de maio deste ano, Erick Pereira foi alvo de busca e apreensão em decorrência da Operação Balcão, por suspeitas de compra de decisões do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN). No decorrer desse caso, os investigadores se depararam com indícios de atuação ilegal no TST.

Nenhum comentário: