sábado, 13 de julho de 2019

EX-DIRETOR DA PETROBRAS DIZ QUE PEGOU R$ 1,5 MILHÃO DE PROPINA DO PT

Em depoimento, Duque diz que pegou R$ 1,5 milhão de propina do PT

Marcelo Camargo/Agência BrasilO ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque afirmou, em interrogatório nesta quarta-feira (10/07/2019) que pegou R$ 1,5 milhão em propinas que supostamente “iriam” para o PT. Segundo ele, o montante foi oferecido por não ter emperrado contratos envolvendo a Torre de Pituba, sede da Petrobras em Salvador.

Ele é um dos réus em ação penal referente à 56ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Sem Limites, que aponta fraudes e propinas de R$ 67,2 milhões na construção do edifício. Segundo a Procuradoria, os desvios teriam abastecido campanhas petistas. O fundo de Pensão Petros se comprometeu a realizar a obra, e a Petrobrás a alugar o prédio por 30 anos.

Em 2009, Duque diz ter sido avisado por Vaccari que a Petrobras iria alugar um prédio da Petros em Salvador.”Para minha surpresa, ele já sabia que isso seria feito e que quem iria construir esse prédio seria a Odebrecht”.

Nenhum comentário: