quarta-feira, 29 de maio de 2019

BLOQUEADOS PELA JUSTIÇA PAULISTA R$ 128 MILHÕES DE AÉCIO NEVES

Justiça em São Paulo manda bloquear R$ 128 milhões de Aécio Neves

O juiz da 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo, João Batista Gonçalves, mandou bloquear imediatamente R$ 128 milhões do deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG).

A determinação acata solicitação do Ministério Público Federal (MPF) e ocorreu no âmbito do inquérito policial que investiga pagamento de vantagens indevidas a Aécio pelo empresário Joesley Batista e pelo Grupo J&F. A medida alcança mais 13 pessoas e empresas.

Em nota, a defesa de Aécio disse “que considera inusitada e incompreensível a determinação de bloqueio das contas pessoais do deputado Aécio Neves e já apresentou recurso contra ela. Porque os valores referem-se, na sua grande maioria, segundo os próprios delatores, a doações eleitorais feitas pela JBS a diversos partidos políticos em 2014. Doações, inclusive, declaradas ao TSE”.

Andréa

No mês de março, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) havia determinado o bloqueio de R$ 1,7 milhão em bens de Aécio e Andréa Neves, sua irmã.

A decisão atendeu, parcialmente, um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), que solicitava o arresto de mais de R$ 5 milhões, com o objetivo de assegurar pagamento de multa e indenização por danos coletivos, caso o deputado seja condenado.

Revista Fórum

Nenhum comentário: