sexta-feira, 17 de maio de 2019

A CANTADA DO PICARETA ALCOLUMBRE NO GOVERNO

Alcolumbre: “Os partidos não se veem representados do ponto de vista da gestão”

O Estadão perguntou a Davi Alcolumbre como está a articulação do governo para aprovar a reforma da Previdência.

O presidente do Senado respondeu assim:

“Temos que entender que estamos vivendo um novo momento. Temos agora um novo modelo de governança. O que esse governo falou desde o dia que tomou posse é que iria fazer o novo método de gestão. Escolheu os quadros técnicos para assumir as 22 pastas do governo sem consultar os partidos ou ouvir as sugestões dos partidos que estão há 30 anos com esse outro modelo, de coalização. A legitimidade desse modelo sem ouvir a interferência partidária é do mesmo tamanho da legitimidade do outro modelo que a gente vivia. Só que o outro, de composição, de coalização em torno de uma agenda deixou de existir quando esse governo disse que iria fazer de outro jeito. Como no começo teve esse desencontro, os partidos não se veem representados do ponto de vista da gestão. E se eles não estão se vendo representados na gestão, no caso diretamente, tendo participação na composição das pastas, eles estão buscando como se dará esse novo modelo. Estou sentindo que o governo tem buscado aproximação e que o parlamento também está aberto para o diálogo e para o entendimento.”

Nenhum comentário: