quarta-feira, 27 de março de 2019

MERCENÁRIOS: SEM CACAU NÃO TEM CHOCOLATE

Câmara aprova PEC do Orçamento e impõe nova derrota ao governo

Em votação relâmpago, a PEC foi analisada em dois turnos: no primeiro, 448 deputados votaram a favor, e apenas 3 contra. No segundo turno, o placar foi de 453 a 6. Apenas os deputados Joice Hasselmann (PSL-SP), Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP), Bia Kicis (PSL-DF), Pedro Cunha Lima (PSDB-PB), Tiago Mitraud (Novo-MG) e Paulo Ganime (Novo-RJ) votaram contra. Agora, o texto segue para o Senado. Para a conclusão do trâmite, as emendas precisam ser aprovadas por 60% dos parlamentares em dois turnos na Câmara e no Senado.

O resultado representa uma derrota do governo Bolsonaro, que tinha como objetivo aprovar no Senado a chamada PEC do pacto federativo, que previa justamente o contrário.

A proposta entrou em pauta no plenário da Câmara após consenso na reunião das lideranças da Casa. O líder do PSL, delegado Waldir (PSL-GO), estava presente, mas não ofereceu resistência, segundo relatos de pessoas presentes à reunião.

Nenhum comentário: