terça-feira, 15 de janeiro de 2019

BRASÍLIA: FUNCIONÁRIO QUE FILMOU DAMARES É DEMITIDO

Vendedor que filmou Damares é demitido de loja de roupas no DF

Reprodução/FacebookO vendedor Thiego Amorim, que filmou a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, em uma loja de roupas de Brasília foi demitido. Em postagem no Facebook ele informou não fazer parte do quadro de funcionários da marca de vestuário e agradeceu as mensagens de apoio que recebeu após seu vídeo, em que questiona a ministra, ter grande repercussão nas redes sociais.

“Amores, venho através desse post informá-los que não faço mas parte do quadro de funcionários da marca. Ali ficou pequeno demais pra mim”, postou o vendedor.

Na semana passada, Amorim entrou com representação na Procuradoria-Geral da República (PGR) contra a ministra, alegando que teria sido “agredido” por ela.

A loja onde ele trabalhava, no entanto, pediu desculpas à ministra e reconheceu não ter havido agressão. Em mensagem postada nas redes sociais, o estabelecimento disse, ainda, que Damares não foi atendida de forma correta pelo profissional.

“Gostaríamos de pedir desculpas pelo atendimento inadequado de um de nossos funcionários da loja localizada no Brasília Shopping no último dia 02.01.2019, reconhecemos que não houve por parte de V.Sa. qualquer tipo de agressão no interior da loja”, diz a mensagem do estabelecimento comercial, que é uma franquia da marca de roupas Cantão.

Nenhum comentário: