sábado, 24 de novembro de 2018

A EBC PROMOVE PDV APÓS AMEAÇAS DE BOLSONARO

Sob ameaça de Bolsonaro, EBC abre demissão voluntária

DivulgaçãoA EBC (Empresa Brasil de Comunicação), empresa pública federal responsável pela Agência Brasil, a TV Brasil e a Rádio Nacional, entre outros veículos, informou a seus funcionários nesta sexta-feira (23/11) que abrirá uma segunda rodada de adesões ao Plano de Demissão Voluntária (PDV). As informações são da Folha de S.Paulo.

O novo PDV é efetivado em um momento em que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, e membros de seu futuro governo ameaçam extinguir estruturas da empresa, como a TV Brasil, o que já tem gerado reação de funcionários.

O objetivo, segundo o comunicado enviado aos trabalhadores por email, é “readequação da estrutura organizacional da EBC, redimensionamento da força de trabalho e redução de custos”. O programa de demissões será aberto na próxima terça (27).

Segundo integrantes do governo, o PDV foi definido há cerca de dois meses e autorizado pelo Ministério do Planejamento, em uma tentativa de enxugar o quadro de funcionários. O ex-presidente da empresa Laerte Rímoli definiu a EBC, em dezembro passado, como um “mastodonte”.

A empresa tem hoje 2.282 funcionários. Na primeira rodada, 96 funcionários aderiram, porque havia restrição de idade – o interessado precisava ter no mínimo 53 anos. O governo separou R$ 80 milhões para bancar o PDV deste ano.
Metrópole 

Nenhum comentário: