quinta-feira, 6 de setembro de 2018

SUSPEITO DE ATENTADO CONTRA BOLSONARO - "FOI DEUS QUE MANDOU"

Suspeito disse que atentado contra Bolsonaro foi 'a mando de Deus', segundo boletim de ocorrência

Suspeito diz que atentado contra Jair Bolsonaro foi cometido 'a mando de Deus', segundo boletim de ocorrência da Polícia Civil de Minas Gerais (Foto: Reprodução/Polícia Civil de Minas Gerais)

O suspeito de esfaquear o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) disse em alguns momentos à polícia, durante conversa após ser preso, que o crime "foi a mando de Deus".

Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, está preso e confessou o crime.

Em depoimento à polícia, Adélio disse que o ataque contra Bolsonaro foi 'a mando de Deus', segundo boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar.

Nenhum comentário: