quinta-feira, 13 de setembro de 2018

MÉDICOS PEDEM PARA BOLSONARO EVITAR FALAR

Bolsonaro não fará campanha nas ruas e médicos pediram para que ele evite falar, revela filho

Os auxiliares mais próximos do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) já descartam a hipótese de ele ser liberado para qualquer ato de campanha nas ruas antes do dia da votação no primeiro turno, em 7 de outubro. Complicações na recuperação de Bolsonaro, que na noite de quarta-feira foi submetido a uma cirurgia de emergência para desobstruir o intestino, estão dificultando até mesmo sua comunicação com os assessores mais próximos, conforme contou nesta quinta-feira seu filho Flávio Bolsonaro, deputado estadual e candidato a senador no Rio.

Em entrevista à Rádio 97,1 FM, Flávio revelou que os médicos recomendaram que Bolsonaro evite até mesmo falar, para diminuir o acúmulo de gases na região do abdômem, que ainda precisa de cicatrização interna. Por causa disso, seus filhos e assessores mais próximos tiveram de adiar os planos de fazer transmissões ao vivo, pelas redes sociais, com Bolsonaro falando diretamente aos eleitores desde o hospital Albert Einstein, onde está internado em São Paulo.

Nenhum comentário: