sexta-feira, 25 de maio de 2018

CEARÁ-MIRIM: PGE RECORRE CONTRA LIMINAR DE MARCONI

O Ministério Público Eleitoral interpela agravo interno contra o aludido despacho, pugnando pela desconstituição do referido efeito suspensivo, por não vislumbrar a presença dos requisitos necessários à excepcional determinação de suspensão do acordão regional que reconhecera a prática de abuso de poder econômico.





Nenhum comentário: