terça-feira, 10 de abril de 2018

PF INVESTIGARÁ E-MAILS DE DILMA ROUSSEF

Juiz determina que PF investigue e-mails de Dilma Rousseff a marqueteiros
 
O juiz federal Ricardo Soares Leite, da 10ª Vara Federal em Brasília, determinou que a Polícia Federal entre na investigação dos e-mails atribuídos à ex-presidente Dilma Rousseff ao casal João Santana e Mônica Moura. A petista é acusada de obstrução de Justiça por supostamente ter alertado os marqueteiros sobre o desenvolvimento da Operação Lava Jato enquanto ainda era presidente. As informações são do jornal O Globo.
Dilma foi denunciada pelo ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em setembro do ano passado. Após o impeachment, a investigação foi encaminhada à primeira instância da Justiça.
O Ministério Público Federal (MPF) chegou a pedir arquivamento da parte da denúncia referente aos e-mails e uma cópia do processo para a abertura de um novo procedimento, por suposta falta de provas. Com a decisão do magistrado, a investigação será dividida entre a PF e o MPF.
Segundo denúncia de Janot, a ex-presidente usou o rascunho de uma conta no Gmail para informar Mônica Moura sobre desenvolvimentos da Lava Jato que poderia afetar a ela e a seu marido, o marqueteiro João Santana. O casal foi preso e colaborou com a investigação por meio de delação premiada.
“Em agosto de 2015, Dilma Vana Rousseff criou as contas de correio eletrônico 2606alvarina@gmail.com e 2606iolanda@gmail.com, compartilhando a respectiva senha com Mônica Moura”, cita a denúncia. “Ambas passaram a utilizar tal correio eletrônico para trocar mensagens cifradas sobre a Operação Lava-Jato. As mensagens não eram enviadas para evitar monitoramento e rastreamento, mas eram apenas escritas e salvas como rascunhos”, prossegue o texto.

Um comentário:

Jailson Medeiros disse...

O PT soube escolher seus integrantes... Logo, outros escândalos ou crimes surgem.