sexta-feira, 6 de abril de 2018

EX-PRESIDENTE COREANA CONDENADA A 24 ANOS DE PRISÃO

Ex-presidente da Coreia do Sul é condenada a 24 anos de prisão

A ex-presidente sul-coreana Park Geun-hye foi condenada a 24 anos de prisão, nesta sexta-feira, por corrupção e abuso de poder. A ex-líder, de 66 anos, foi declarada culpada por negociar propinas milionárias de empresas multinacionais, pelo compartilhamento de documentos secretos do Estado, pelo corte de subsídios a artistas críticos ao governo e pela demissão de autoridades que resistiam ao seu abuso de poder. Filha do general e ditador Park Chung-hee — que governou a Coreia do Sul do golpe militar de 1961 até ser assassinado em 1979 —, ela foi presa em março deste ano.
O juiz Kim Se-yoon considerou que Park "abusou do poder conferido a ela pelo povo, que manda no país, para causar o caos na administração nacional". A promotoria havia pedido pena de 30 anos em regime fechado. A ex-presidente deixou o cargo em março de 2017, alvo de um processo de impeachment em meio a um escândalo de tráfico de influência. Seu antecessor no poder, Lee Myung-bak, também está sob custódia e é investigado por corrupção.

Nenhum comentário: