terça-feira, 6 de março de 2018

1/3 DA RENDA DA ELITE ESTÁ NO JUDICIÁRIO

1/3 da renda da elite do funcionalismo é formada pelos membros do Judiciário

Os 2,4% mais ricos entre os declarantes do Imposto de Renda Pessoa Física no ano passado detêm R$ 463,87 bilhões em rendimentos isentos de tributação – o equivalente a 55% do total de R$ 844 bilhões que ficaram livres do imposto em 2017. O levantamento feito pelo ‘Estadão/Broadcast’ a partir de dados da Receita Federal revela o tamanho das distorções na tributação do Imposto de Renda no Brasil.
Como mostrou o Estadão/Broadcast, quase um terço da renda da elite do funcionalismo público, formada pelos membros do Judiciário, Ministério Público e Tribunais de Contas, está isento de IRPF. Em 2016, cada juiz, procurador, ministro ou conselheiro de tribunal de contas do País recebeu em média R$ 630 mil, sendo cerca de R$ 180 mil livres de qualquer tributação. Boa parte dessa isenção é alimentada por “penduricalhos” como o auxílio-moradia e a ajuda de custo.

Nenhum comentário: