sábado, 9 de dezembro de 2017

O ABESTADO CONTOU PIADA OU FALOU SÉRIO?

A crise de representação: o palhaço falou sério
 
Resultado de imagem para TIRIRICAHá quem diga que Tiririca (PR-SP) só quis valorizar seu passe e voltará atrás. Há quem argumente que ele foi eleito dentro das regras – as escritas e as não escritas – que agora critica. Quem tiver acesso aos recônditos da alma de Tiririca que escarafunche por lá as suas motivações. Mas, independentemente delas, o palhaço, no seu primeiro, e talvez único, discurso, falou sério. Especialmente porque sua peça resume um dos grandes problemas políticos vividos não apenas no Brasil mas em todo o mundo: a atual crise na representatividade política.

Quando se candidatou deputado, Tiririca disse na sua campanha que não sabia o que “fazia um deputado”. Pedia o voto dizendo que, chegando lá, contaria para todo mundo. A piadinha tinha um triste fundo de verdade. A maioria das pessoas não sabe mesmo o que fazem seus representantes no Legislativo. E, quando sabem, geralmente se frustram muito porque, cada dia mais, o que fazem vereadores, deputados e senadores fica muito longe da sua expectativa.

Nenhum comentário: