quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

LEI APOIADA POR LULA PODE TIRÁ-LO DA DISPUTA

Como lei apoiada por Lula e pelo PT pode tirá-lo das eleições presidenciais
 
Lula será julgado em 2ª instância em janeiro"A aprovação do [projeto da Lei da] Ficha Limpa na Câmara foi uma grande vitória da população brasileira e da ética", comemorou em maio de 2010 o então deputado federal José Eduardo Cardozo no Twitter.
O petista, depois ministro da Justiça do governo Dilma Rousseff, foi relator do projeto de lei que chegou ao Congresso por iniciativa popular, com apoio de 1,6 milhão de assinaturas. Entre várias mudanças nas regras para inelegibilidade, a proposta estabelecia que condenados em segunda instância por crimes graves não poderiam mais disputar eleições.
Depois da aprovação pelos parlamentares, o texto foi sancionado sem vetos pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em junho daquele ano — é essa lei que hoje pode barrá-lo da disputa presidencial de 2018, caso sua condenação pelo juiz Sergio Moro venha a ser confirmada pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) no julgamento marcado para 24 de janeiro.

Nenhum comentário: