terça-feira, 19 de dezembro de 2017

CHILE: DIREITA VOLTA AO PODER

Sebastián Piñera vence eleição e volta ao poder no Chile

Sebastián Piñera vota no segundo turno do Chile Foto: Esteban Felix / APSANTIAGO — Os resultados preliminares da contagem de votos das eleições presidenciais chilenas indicam a vitória do ex-presidente Sebastián Piñera para um novo mandato. Com 91% das urnas apuradas, o candidato da direita tem 54,5% dos votos, contra 45,5% do seu rival da centro-esquerda, o jornalista e senador Alejandro Guillier. Empresário e um dos homens mais ricos do Chile, Piñera — que já governou de 2010 a 2014 — será o único conservador a governar o país em duas ocasiões até hoje. 
Este é o primeiro triunfo da direita em 50 anos no Chile, e Piñera deverá receber a faixa presidencial da atual presidente, Michelle Bachelet, no próximo dia 11 de março. Milhões de eleitores saíram às urnas neste domingo para escolher o próximo presidentem num acirrado segundo turno. Havia 43 mil mesas eleitorais em funcionamento disponíveis para 14 milhões de chilenos aptos a votar.
O voto no Chile é voluntário e o índice de comparecimento às urnas é um fator determinante para as eleições. No primeiro turno, 46% dos eleitores saíram para votar. Agora, neste domingo, os partidários dos dois candidatos expressavam sua esperança de vitória. Por enquanto, não foram divulgados números oficiais para o segundo turno, mas há indicações de que o comparecimento foi menor do que a primeira rodada de votação em novembro.
— Será a eleição com maior incerteza na história do Chile — disse Pepe Auth, deputado liberal e especialista eleitoral.

O Globo

Nenhum comentário: