domingo, 24 de dezembro de 2017

BRASIL: OS PESOS E AS MEDIDAS DA JUSTIÇA

Tiago Queiroz/Estadão Depois de 20 anos a justiça brasileira prende o deputado Paulo Maluf, no presídio da Papuda em Brasília,  acusado de cometer vários crimes contra o erário enquanto prefeito de São Paulo. Paulo Maluf está hoje com 80 anos e doente, tem problemas cardíacos e câncer na próstata. 
Onde estava a justiça brasileira nestes 20 anos passados que não prenderam Maluf quando realmente deveria está preso?
 

Resultado de imagem para fernando freire No Rio Grande do Norte o ex governador Fernando Freire está preso desde julho de 2015 por envolvimento na operação "máfia dos gafanhotos", operação que desmantelou um esquema de desvio de recursos públicos no seu governo. Os recursos eram usados para pagar funcionários fantasmas. 
Neste mesmo processo também foram condenados o hoje vereador Luiz Almir que na época do escândalo era deputado estadual, mas se encontra em liberdade desde o início do processo. O valor do desvio na época chegou a R$ 57,8 mil que eram distribuídos entre 83 cheques-salários fantasmas em favor de 14 parentes do ex governador e correligionários de vários políticos. 

Nos dois casos percebe-se o quanto a nossa justiça não tem as mesmas medidas para as mesmos pesos. 
Quantos bandidos disfarçados de políticos na capital da república roubaram do povo brasileiro centenas de milhões e continuam em liberdade praticando os mesmos crimes sem que a justiça brasileira tome as mesmas medidas que foram tomadas para Maluf e Fernando? 
Diga-se de passagem o valor desviado por Fernandão em relação o que se rouba em Brasília é para ser julgado em um tribunal de pequenas causas!

Um comentário:

abel disse...

Concordo com caro amigo, já que levando em conta os milhos que são roubados todos os dias esta 50,000 mil é insignificante