quarta-feira, 11 de outubro de 2017

NOTA DO SINDASP-RN

Em nota, sindicato afirma que agentes penitenciários são caçados por bandidos
 
Com a morte do agente penitenciário Thiago Jefferson Bezerra de Lima, na noite desta terça-feira, 10, o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado do Rio Grande do Norte, o Sindasp-RN, pede que os demais agentes suspendam suas atividades, como intervenções, escoltas, e visitas à unidades prisionais nesta quarta-feira, 11.
Em nota no site oficial, a presidente do sindicato, Vilma Batista, declarou luto da classe. “O Sistema Penitenciário do RN está de luto e, em homenagem ao nosso companheiro que foi covardemente assassinado, vamos suspender essas atividades para que possamos velar e sepultar seu corpo”, declarou a representante.
Em outra nota, no mesmo portal, Vilma enfatiza o quão perigosa é a profissão e o risco constante que os agentes sofrem. “Sabemos que toda a população está sujeita à insegurança que tomou conta do Estado. No entanto, essa insegurança para nossa categoria é muito maior, pois os bandidos têm caçado os operadores de segurança e, em especial, os agentes penitenciários, que lidam diretamente e diariamente com os criminosos nas unidades prisionais. Esse caso é o retrato triste dessa realidade”, afirmou.
“Além dos riscos da profissão, os agentes penitenciários estão abandonados pelo Estado e o resultado, infelizmente, é esse. Enquanto os operadores da segurança não forem valorizados e reconhecidos pelo Governo, os criminosos continuarão tendo a ousadia de nos enfrentar e atentar contra nossas vidas”, completou Vilma.

Nenhum comentário: