segunda-feira, 4 de setembro de 2017

UFC: LUTADOR INGLÉS MANDA RECADO PARA LULA E BOLSONARO

Lutador inglês vence no UFC e manda recado: ‘Lula na cadeia e Bolsonaro presidente’

Na tarde deste sábado, o inglês Darren Till venceu o sérvio Bojan Velickovic por decisão unânime no UFC Roterdã, na Holanda. Após a vitória, o lutador surpreendeu em sua entrevista ainda no octógono. Após falar sobre a luta em inglês, Till pediu o microfone e falou em bom português.
“Eu só quero dar um alô para as pessoas da Astra [Fight Team] lá no Brasil. E outra coisa, eu gosto de um político por causa do meu mestre. Lula na cadeia e Bolsonaro presidente 2018”, falou o lutador inglês ao vivo.
O lutador também aproveitou para desafiar o argentino Santiago Ponzinibbio, finalista do TUF Brasil 2 e que vem de cinco vitórias seguidas no UFC. Curiosamente, o ‘Argentino Gente Boa’ também é radicado em Florianópolis.
“Eu sou o melhor striker dessa divisão e, talvez, do UFC. Santiago Ponzinibbio acabou de nocautear o Gunnar Nelson e eu quero lutar com ele. Se ele diz que é o melhor striker e eu digo que sou eu, então por que nós não lutamos?”, desafiou o
Darren Till treina na Astra Fight Team, em Florianópolis, sob a batuta de Marcelo Brigadeiro. Till tentou ser jogador de futebol na Inglaterra, mas não conseguiu levar a carreira adiante porque causava muitas confusões dentro de campo. Em 2012, o lutador veio para o Brasil para passar seis meses treinando, depois de ficar dois meses internado por causa de facadas em uma briga numa casa noturna em Liverpool. O que era para ser uma temporada de seis meses acabou se transformando em cinco anos, até o momento. Till se encantou por Balneário Camboriú, casou com uma brasileira, teve uma filha e se fixou no país. Com a vitória no UFC Roterdã, o inglês se manteve invicto no MMA, com um cartel de 15 vitórias e um empate. O lutador de 24 anos está desde 2015 no UFC e acumula três vitórias e um empate na organização.

O técnico de Till, Marcelo Brigadeiro, não esconde seu apoio ao deputado Jair Bolsonaro. Recentemente, Marcelo publicou um vídeo criticando o ator Bruno Gagliasso, que se recusou a se sentar próximo do político carioca durante o UFC 212, deixou a arena e reclamou em suas redes sociais.


Nenhum comentário: