domingo, 3 de setembro de 2017

JBS SAFADÃO CONTINUA GANHANDO MUITO DINHEIRO

Irmãos Batista vão embolsar cerca de R$ 6 bi com venda da empresa de celulose

O grupo J&F, controlado pelos irmãos Wesley e Joesley Batista, anunciou neste sábado a venda da Eldorado Celulose para o grupo Paper Excellence, sediado na Holanda. O valor total da transação é de R$ 15 bilhões, considerando a transferência de 100% das ações para o grupo holandês, o que só deve ser concluído nos próximos 12 meses. Os irmãos Batista devem embolsar cerca de R$ 6 bilhões com o negócio. É a terceira empresa do grupo J&F que é vendida, depois da Alpargatas e da Vigor.
Nos R$ 15 bilhões, está incluída a dívida da Eldorado, de cerca de R$ 8 bilhões. Restam, portanto, R$ 7 bilhões em dinheiro efetivo para os acionistas da companhia. Como os irmãos Batista detêm 81% da fabricante de celulose, vão levar quase R$ 6 bilhões. Num primeiro momento, porém, a quantia embolsada será menor.
De acordo com fontes próximas à negociação, nesta primeira fase, a Paper Excellence comprou entre 30% e 35% do capital da Eldorado. Essas ações pertencem aos irmãos Batista. Por essa fatia, eles devem embolsar cerca de R$ 4,5 bilhões.

VENDA EM DUAS ETAPAS
Para chegar aos 100%, como esperado pela Paper Excellence, os fundos de pensão que têm participação na Eldorado também terão que vender a sua parte. A Petros (da Petrobras) e a Funcef (da Caixa) são donas de 17% da empresa e um fundo de investimento privado (FIP Olímpia) tem os 2% restantes.
jSegundo fontes do mercado, a compra em duas etapas da Eldorado teria sido motivada por questões relativas ao acordo de leniência fechado pela J&F com o Ministério Público Federal (MPF), que poderia trazer passivos futuros ao comprador. Também teria relação com o fato de a Eldorado e os fundos de pensão serem alvo de investigação na Operação Greenfield, da Polícia Federal. A Paper Excellence nega que o acordo de leniência tenha motivado a compra em duas etapas.

O GLOBO

Nenhum comentário: