domingo, 10 de setembro de 2017

DELAÇÃO: PALOCCI ESTAVA PARA O CRIME

‘Não estava de santo nessa história’, disse Palocci ao incriminar Lula

Ex-presidente Lula e ex-ministro PalocciO ex-homem forte dos governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff e principal elo do PT com o empresariado e o setor financeiro, Antonio Palocci confessou ao juiz federal Sérgio Moro, na última quarta-feira, 6, a existência do mega esquema de corrupção na Petrobrás, denunciado pela Operação Lava Jato, imputou mortalmente responsabilidade maior ao ex-presidente Lula e reconheceu sua culpa: “Desculpa doutor, eu não estava de santo na história não”.
A história é a da aliança espúria entre Lula, PT e a Odebrecht para eleger Dilma, em 2010, e afastar o risco de resistência de sua sucessora de endurecer as relações “fluídas” da empresa com o governo. Negociata em que assumiu ter participação direta como responsável pela conta “Italiano”, das planilhas da máquina de fazer propinas da empreiteira, que teve à disposição R$ 300 milhões para uso em campanhas e para benesses.

“Fizemos uma operação bastante condenável.”

Nenhum comentário: