quinta-feira, 27 de julho de 2017

JUSTIÇA LIBERA PRESOS DA "OPERAÇÃO CIDADE LUZ"

Justiça libera 12 presos da Operação Cidade Luz

O juiz José Armando Ponte Júnior, da 7ª Vara Criminal de Natal, revogou as prisões temporárias de 12 suspeitos que haviam sido detidos na última segunda-feira, 26, na “Operação Cidade Luz”, que investiga o desvio de cerca de R$ 22 milhões em contratos da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur).
Apenas dois suspeitos, Allan Emmanuel Ferreira da Rocha e Felipe Gonçalves de Castro permanecerão presos preventivamente. Mais cedo, a servidora Kelly Patrícia também havia sido liberada, por não ter sido beneficiada com o esquema.
O Ministério Púbico do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou na manhã da segunda-feira (24) a operação Cidade Luz, que investiga o desvio de R$ 22.030.046,06 da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Natal (Semsur).
Pelo que foi apurado pelo MPRN, há indícios que o montante é decorrente de superfaturamento e pagamento de propina relativos a contratos firmados entre empresas e a Secretaria para a prestação de serviços referentes à manutenção e à decoração do parque de iluminação pública da capital potiguar. O ex-secretário de Serviços Urbanos de Natal, Ranieri Barbosa, foi afastado do cargo de presidente da Câmara Municipal de Natal, que ocupa atualmente.

A lista de suspeitos soltos:
Adelson Gustavo Coelho Ponciano
Alberto Cardoso Correia do Rego Filho
Antônio Felipe Pinheiro de Oliveira
Antônio Fernandes de Carvalho Junior
Daniel Fernandes Ferreira de Melo
Epaminondas da Fonseca Ramos Junior
Jerônimo da Câmara Ferreira de Melo
Jorge Cavalcanti Mendonça e Silva
Mauricio Custódio Guarabyra
Mauricio Ricardo de Moraes Guerra
Sergio Pignataro Emerenciano
Valério Max de Freitas Melo.

Nenhum comentário: