terça-feira, 13 de junho de 2017

PEGA FOGO O CABARÉ

Gilmar Mendes diz que se é para o STF ter medo da PGR é melhor fechar as portas

O ministro Gilmar Mendes voltou a encarar a Procuradoria Geral da República (PGR), chefiada por Rodrigo Janot até setembro, afirmando nesta segunda-feira (12) que o Supremo Tribunal Federal (STF) deve retomar o controle das ações e deixar de ser mero “chancelador” da PGR. O ministro, que também preside o TSE, disse ainda que “se é para ter medo da procuradoria, é melhor o Supremo fechar as portas”.
Gilmar considera que o STF “precisa de firmeza nessas matérias”, cumprindo sua função constitucional, sem demonstrar medo.
O ministro vê a tentativa de intimidar. Cita casos contra ministros do Superior Tribunal de Justiça cujo objetivo seria acovardar o STJ.
Ele citou investigações contra os ministros Francisco Falcão e Marcelo Navarro examinados na 2ª Turma. “São acusados de quê?”, desafia.
Gilmar registrou, na rádio Bandeirantes, que a ministra Cármen Lúcia incluiu a PGR entre os que não podem fazer investigações ilegais.

CLÁUDIO HUMBERTO

2 comentários:

Anônimo disse...

Dois cabarés. Gilmar Mendes pensa que é Deus?

Júnior disse...

Gilmar Mendes é um dos nomes dos ministros mais cotados em tudo que envolve a lava jato não me admira se estiver envolvidos também.