sábado, 3 de junho de 2017

FIQUE POR DENTRO


Antes mesmo da delação da JBS, o banco suíço Julius Baer já tinha denunciado às autoridades de combate à lavagem de dinheiro da Suíça que havia suspeita de crime financeiro naquelas contas que Joesley informou que eram para Dilma e Lula, aquelas que chegaram a 150 milhões de dolares. O banco então encerrou as contas, e por esse motivo o saldo restante foi transferido para os Estados Unidos. As informações agora virão para o MP.

Nenhum comentário: