quarta-feira, 7 de junho de 2017

DIFÍCIL: A POLÍCIA PRENDE E ELA MESMA SOLTA

A Polícia Civil e o Ministério Público investigam suspeitos por facilitarem fuga de presos do PEP

Uma equipe de Policiais Civis em conjunto com o Ministério Público, através das Promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Público da Comarca de Parnamirim, e com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) cumpriu, nesta terça-feira (06), cinco mandados de busca e apreensões contra três agentes penitenciários e duas advogadas.
O cumprimento dos mandados foi em decorrência de uma investigação que apura o possível envolvimento dos suspeitos com a prática de delitos no âmbito do sistema penitenciário estadual, notadamente na Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP) nos crimes de facilitação de fuga, falsidade ideológica, falsidade material, tráfico de influência e organização criminosa.
Foram alvos da operação os agentes penitenciários: Marcos Antônio Marques Santos, Durval Oliveira Franco e Robson Ferreira Dantas, além das advogadas Ana Paula Nelson e Paloma Gurgel de Oliveira Cerqueira.

Nenhum comentário: