quarta-feira, 14 de junho de 2017

CEARÁ-MIRIM: ZUM ZUM ZUM


Zum Zum Zum em Ceará-Mirim na noite desta quarta-feira (14) dizem que o prefeito Marconi Barreto assinou TAC em parceria com o ministério público para demitir os servidores municipais que não são concursados, salve os que obedecem os cinco anos de serviços até a data da promulgação da constituição em 1988. 
Esse TAC seria ou será para obedecer o limite prudencial recomendado pelo TCE-RN. 
Segundo esse mesmo Zum Zum Zum 185 nomes de servidores estariam nesta lista negra.
Servidores que supostamente estariam nessa relação, dentre eles alguns com mais de trinta anos de serviço,  me falaram que conversando com advogados trabalhistas ficaram sabendo que essas demissões cabem indenizações. 
Caso a indenização seja realmente cabível a prefeitura tem dinheiro suficiente para indenizar esses servidores? 
"Briga" para ser decidida nas barras dos tribunais!

9 comentários:

Anônimo disse...

Realmente esse senhor veio com um único objetivo, prejudicar o servidor municipal, é visível o prazer do mesmo quando fala em descontar uma falta do servidor. Dar expediente na Secretaria de Educação todos os dias, mais não vai as escolas para ver o quanto está precário o funcionamento das mesmas, pois um servidor tem que fazer o serviço de três na limpeza.

Anônimo disse...

Olha eu vejo isto muito bom, porque o prefeito tem que obedece a lei; se não o mesmo vai responder, servidores contratados não é muito bom porque não recebe férias, nem décimo, nem rende o necessários nas suas função e ainda atrapalha quem quer trabalha neste caso os efetivos. sou contra contrato no puder público, menos os médicos, tem que ter contrato por um ano. Pessoal contrato é em caráter de urgência por 3 meses ou 6 meses, como a caso de combate a dengue; acabou manda embora, mas os contratados querem passar 4 anos dentro da prefeitura sem querer sair é brincadeira. Não tenho nada contra ninguem é meu ponto de vista, e que já tem recomendações do TCE, para não contrata ninguém e sim só concurso público para entra no puder publico.

Anônimo disse...

Pega fogo cabaré

Anônimo disse...

Como pode você querer tirar um servidor com 30 anos ou mais,é querer tirar o sustento sem dó nem piedade.E ainda ter pessoas comentando concordando. Eu queria vê se você ou alguém da sua família.Passaram inúmeros prefeitos e nenhum mexeu com os estatutários e agora vem esse que de política,de gestão não entende nada.

Anônimo disse...

http://blogdoprimo.com.br/noticias/detran-rn-sob-suspeita-de-tranquibernia/

Anônimo disse...

Eu acho é pouco!

Anônimo disse...

Eu acho que tem muita gente dentro da prefeitura sem concurso só com contrato é muito ruim para todos que estão nesta situação, o pior que o tribunal de contas já mandou varias recomendações para varias prefeituras dizendo que não faça contrato e também para varias camara municipais e sim o concurso público em dois em dois anos, e isto os políticos não fazem.

Anônimo disse...

Eu acho muito fácil em fazer a coisa certa, e acho muito difícil em fazer o errado, mais tem gente que gosta da coisa errada e pensa que nunca vai ser encomodado nem descoberto.

Anônimo disse...

Em Ceará Mirim a população já se acostumou com o errado, a recomendação do TCE é por causa de uma lei sancionada em 2010 e as prefeituras tem que se adequarem, acho interessante, como comentaram, o contrato de pessoal é emergêncial com duração no máximo de 6 meses a 1 ano e não 30 anos.