quarta-feira, 31 de maio de 2017

MPRN: SALÁRIOS DE MARAJÁS

Em abril, procuradores e promotores do MPRN receberam média de R$ 90 mil além do salário

ministério público do rio grande do norte, procuradoria geral de justiça (Foto: Divulgação/Ministério Público do RN)Duas resoluções, publicadas em abril e março deste ano, permitem que funcionários do Ministério Público e do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte recebam como remuneração férias e licenças não tiradas. Só em abril, o MP gastou R$ 19 milhões extras com o pagamento de 210 promotores e procuradores de justiça. Já o TJ, remunerou da mesma forma 754 servidores a um custo de R$ 27,8 milhões. As informações estão no Portal da Transparência.
Matéria exibida pela Inter TV Cabugi, mostra que, no MP, uma das procuradoras chegou a receber R$ 171 mil. O procurador-geral de Justiça Rinaldo Reis recebeu dentro dessa classificação de pagamento quase R$ 157 mil. A média de pagamento dessas vantagens girou em torno de R$ 90 mil e R$ 500 mil. No Tribunal de Justiça, 149 juízes custaram R$ 10,9 milhões. 
 
G1

3 comentários:

Anônimo disse...

E não servem pra nada.

Anônimo disse...

E QUEM FISCALIZA O FISCAL?

EA CRISE DO ESTADO?
E OS SALARIOS ATRASADOS DOS SERVIDORES DO ESTADO?

ESSES SÃO OS QUE DEVEM DAR O EXEMPLO, E FAZEM ASSIM.
IMAGINEM VOCES OS QUE NÃO TEM O DEVER DE DAR EXEMPLO...

CARLOS MAGNO

Anônimo disse...

Executivo, legislativo e judiciário só servem pra eles, a população que se foda. Todos farinha do mesmo saco