terça-feira, 30 de maio de 2017

CEARÁ-MIRIM É A 4ª CIDADE MAIS VIOLENTA DO RN

Veja a relação das 30 cidades mais violentas do estado, coordenador do OBVIO aponta as causas e falhas do Governo em gerenciar a crise da violência no RN

Contador de homicídios do OBVIO  (Foto: OBVIO)
 
Enquanto o sistema de segurança implantado pelo Governo Robinson Faria capenga desde o início de seu mandato, o estado padece a cada ano. Recordes em fugas dos presídios se sucedem a cada momento e o número de homicídios - esse é que perdeu de vez o controle.
Em reportagem exclusiva ao Blog O Paralelo nessa manhã de sábado (27), Ivenio Hermes, que é coordenador do instituto OBVIO disse:
"O tratamento inadequado às causas da violência não gera um entendimento amplo do fenômeno da violência no RN, e isso se mostra nas ausências do Estado em diversas áreas que se correlacionam em políticas de segurança pública. Num crescente de muitos anos e com apenas um hiato em 2015, as ações de redução não se sustentaram porque as lacunas deixadas pelo estado se tornaram um espaço propício para o crescimento da influência de grupos de criminosos.
O Paralelo perguntou a Ivenio Hermes, que também é especialista em gestão e políticas de segurança pública, sobre o que faltou ao Governo do Estado em não reduzir essa onda crescente de homicídios no RN e ele respondeu;
"Ao deixar de priorizar investimentos para reforçar os três principais retroalimentadores da violência: a impunidade, o tráfico de drogas e o descontrole no sistema carcerário, o estado simplesmente não deu proveu meios de reduzir a violência de forma duradoura.
O ano 2017 seguindo essa sequência de perdas de espaço, onde as ausências do estado são supridas pelos criminosos nas comunidades, já aponta 2017 como o ano mais violento da história do Rio Grande do Norte", concluiu o especialista.
Logo a baixo, veja a tabela com os dados das 30 cidades mais violentas do estado, segundo levantamento feito pelo Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza e analisa os crimes contra a vida no Estado do Rio Grande do Norte. São José do Campestre está na 30ª posição com 08 homicídios e um aumento de 700% de janeiro a maio deste ano.
 

2 comentários:

Anônimo disse...

Isso é por que só conta homicídio, se contasse roubo, assaltos, estupro, extorsão, o RN seria campeão mundial.

Anônimo disse...

pra cá só vem mesmo o que não presta joão ,presídio ,lixão ,mortes industrias pra gerar emprego nada.