terça-feira, 16 de maio de 2017

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA: DOAÇÃO DE SANGUE

Assembleia Legislativa e Hemonorte promovem campanha de doação de sangue nesta quinta-feira



Atenta a importância da doação de sangue e buscando sensibilizar novos doadores, a Assembleia Legislativa promove ação conjunta nesta quinta-feira (18) para a coleta de sangue junto aos servidores legislativos e população. A campanha visa contribuir para o reforço do estoque de bolsas de sangue do Hemonorte e acontece das 8 às 17 horas, na unidade móvel de coleta de sangue que estará instalada na Praça Sete de Setembro, no Centro da cidade.
“Vamos aproveitar a quinta-feira para que todos pratiquem o ato de doação. Uma atitude de amor e respeito à vida. Todos nós estamos sujeitos à necessidade de sangue. Sangue é vida e dele dependemos. É vital a importância da constante cooperação com o banco de sangue do Hemonorte que, via de regra, carece de sangue em todos os períodos do ano”, convoca o deputado e presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).
A iniciativa da campanha é do setor de Saúde da Casa, que se sensibilizou com o reduzido estoque de sangue registrado pelo Hemonorte. O coordenador de saúde da Assembleia, Ricardo Fonseca, explica que a campanha é a segunda edição realizada em parceria com o Hemocentro. “Fizemos no ano passado e estamos novamente promovendo essa ação em favor do abastecimento do banco de sangue do centro, que está reduzido à metade”, explica o coordenador.
Além dos servidores da Assembleia Legislativa, a população também pode participar da ação. A expectativa é que pelo menos 150 pessoas façam a doação na unidade móvel. De acordo com informações da Divisão de Serviço Social do Hemonorte, cada doação de sangue pode salvar até quatro vidas.

Quem pode doar
Podem doar pessoas entre 16 e 69 anos (menores de 18 anos de idade precisam de consentimento do responsável legal); ser saudável; pesar acima de 50 kg; ter dormido 6 horas na noite anterior; não ter tomado vacinas nos últimos 40 dias; evitar alimentos gordurosos antes da doação; não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores; e apresentar um documento oficial com foto.

Projeto de Lei
No ano passado, o deputado Carlos Augusto Maia (PSD) apresentou Projeto de Lei na Assembleia Legislativa propondo usar a doação regular de sangue como fator de desempate em concursos públicos. Para tanto, a matéria considera doador regular de sangue aquele que realize, no mínimo, três doações por ano, atestadas por órgão oficial ou entidade credenciada pelo Poder Público.

Crédito da Foto: João Gilberto

Nenhum comentário: