quinta-feira, 27 de abril de 2017

PONTO DE VISTA


Essa última eleição para prefeito de Ceará-Mirim acontecida em outubro de 2016 está me reportando a eleição disputada entre o saudoso Roberto Varela e dona Terezinha Melo. Na ocasião a coligação derrotada acionou a justiça alegando que os 41 votos de maioria da candidata vitoriosa, Terezinha Melo, estavam "irregulares" e que uma nova recontagem seria a forma correta de se reverter o resultado. Resultado que supostamente viria em favor de Roberto Varela, porque faltava  recontar umas "urnas de Capela". Processo vai processo vem, o advogado de Dr. Roberto Varela, Dr. Paulo Lopo Saraiva, chegou a dizer que "se não houvesse recontagem jogaria seu anel na lata de lixo". Terezinha Melo administrou por 4 anos e não teve recontagem e nem o advogado jogou o anel na lata de lixo. Pois bem, nessa última eleição a coligação derrotada impetrou uma dezena de processos contra a coligação vitoriosa. O primeiro processo o juiz julgou improcedente, os correligionários da coligação derrotada ainda crentes numa virada diziam; "Mas, o processo que pega Marconi é o próximo. Veio o próximo processo e a decisão do juiz, "julgo improcedente". Os correligionários voltaram a dizer; "Mas, o processo que pega Marconi não é esse que foi julgado agora, é o próximo. E veio mais uma vez o revés, o juiz julgou o terceiro processo também improcedente. E agora? Só falta os correligionários da coligação derrotada dizerem que faltam apurar as urnas de Capela.

4 comentários:

Anônimo disse...

Amigo João voce tem razão em falar isto, mais são dois acontecimentos políticos que aconteceu aqui em nossa cidade, mais a questão que são processos diferentes em suas petições iniciais , lá foi para uma recontagem de votos e que nunca aconteceu a recontagem, mais voce lembra a pouco tempo a trás já neste pleito já ouve aqui uma recontagem de votos aqui na justiça eleitoral de ceará-mirim com candidatos de Ilmo Marinho e o mesmo estava certo e que continua nos destinos da cidade de Ilmo Marinho, no caso de Marcone é um pouco diferente acusaram Marcone dentro de um processo e o Juíz julgou improcedente o feito, agora julgaram outro processo e foi o mesmo resultado, veja bem é fácil dizer o complicado é ter prova dentro dos autos do processo , Valeu João , Parabéns Marcone KAKAKAKAKAKAKKAKAK

Anônimo disse...

XORA 55, XORA 55

E ANO QUE VEM A LAPADINHA VAI SER NA CABEÇA DESSE GOVERNADOR DA INSEGURANÇA E DO FILHO DELE, O SENHOR FABIO FARIAS, QUE JUNTOS SÓ TRABALHAM CONTRA O POVO, VOTANDO A FAVOR DA REFORMA DA PREVIDENCIA E DA TRABLAHISTA

Anônimo disse...

Juiz bem mandado é outra coisa. Kkkkk

Anônimo disse...

Eu acredito que a lapada vai ser grande nesse governador todo mundo vai ver KAKAKAKAKAKAKAK.