domingo, 19 de março de 2017

CUIDADO COM SEU WHATSAPP

Sim, seu WhatsApp é (ou pode ser) vulnerável!

Para começar, um esclarecimento. Desde que, no início deste mês (dia 7, para ser exato), o WikiLeaks alegou que a CIA havia descoberto como hackear dois populares apps de mensagens, o Signal e o WhatsApp, começaram a me perguntar por aí: “Vilicic, meu WhatsApp tá comprometido?”. A resposta, contudo, é complexa. Como na computação quântica, ela é duas em uma só: sim e não.
Comecemos com a boa notícia: “não”. Pois essa história se espalhou de forma errada pelas redes sociais. O que a CIA fez não foi quebrar a criptografia ponta-a-ponta desses serviços – ou ao menos não é o que revelam os documentos já vazados pelo WikiLeaks. O que se descobriu é que a agência de espionagem é dotada de métodos capazes de comprometer sistemas operacionais de smartphones, como o IOS (da Apple) e o Android (do Google), tablets, ou mesmo SmarTVs. Após invadirem esses gadgets, acessariam as mensagens de WhatsApp, pela tela do aparelho.

Veja matéria completa da Veja AQUI

Nenhum comentário: