quarta-feira, 29 de março de 2017

CEARÁ-MIRIM: NOTÍCIAS DA CIDADE


- Na "briga" do executivo com o legislativo em Ceará-Mirim já começa a despontar os primeiros sintomas de um futuro nebuloso para a cidade do Barão. No primeiro projeto de interesse do prefeito a Câmara Municipal lhe impõe uma amarga derrota, dos 14 vereadores presentes a sessão de forma unânime disseram não ao Palácio Antunes. 

- Em assembleia realizada na última segunda-feira (27), o SINTE, núcleo Ceará-Mirim, deliberou pela continuidade da greve na educação do município. Segundo um membro da direção, as conversas com o Secretário de Educação continuam, porém, os avanços andam meio que "truncados". Novas audiências vão acontecer e nelas espera-se mais concretizações.

- Na audiência de Workshop que a Secretaria Municipal de Defesa Social realiza costumeiramente, presentes ao evento postaram nas redes sociais que o prefeito Marconi Barreto teria dito em sua fala que pegou o município "sucateado". Essa afirmação do prefeito seria uma resposta ao ex prefeito Antônio Peixoto que tem dado opiniões contrarias a administração Marconi Barreto? 

- Os torcedores do Globo FC prometem lotar o estádio Barretão na noite desta quarta-feira (29) onde acontecerá, digamos, uma final antecipada do campeonato potiguar de futebol. Por outro lado a torcida do ABC garante que vai invadir Ceará-Mirim para levar o time do povo a mais uma vitória. A torcida alvinegra ainda tem atravessada na "goela" a derrota na final do primeiro turno quando foi derrotado pela Águia do Vale por 2x0. Esse jogo promete!

- Denunciamos aqui no nosso blog a falta de higienização no mercado da carne e do peixe que gatos dormem no interior do mercado e fazem suas necessidades sobre as "pedras" onde a carne, o peixe e o frango são expostos a venda. Tomando conhecimento do fato, o Secretário de Agricultura, Flávio Silva, tomou as providências necessárias e agradeceu ao Blog Ceará-Mirim Livre pela relevante informação. Obrigado secretário, vamos continuar zelando pelo nosso trabalho que nada mais é do que informar e tentar contornar os erros administrativos até então desconhecido.

Nenhum comentário: