quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

CEARÁ-MIRIM: QUEDA DE BRAÇO SINTE X MARCONI BARRETO

A peleja continua em Ceará-Mirim


O SINTE, Sindicato dos Trabalhadores da Educação, núcleo de Ceará-Mirim, continua sua peleja contra o prefeito Marconi Barreto na tentativa de consolidar a carga horária dos trabalhadores da educação municipal. O sindicato insiste em 30 horas semanais, o prefeito não quer acordo e decreta 40 horas. As aulas estão próximas de iniciarem e já se fala em "greve" na educação no início do ano letivo. Diante da insistência do sindicato em defesa dos trabalhadores e da truculência do chefe do executivo, alunos e trabalhadores da educação vivem dias de expectativas do que poderá acontecer daqui pra frente.

9 comentários:

Anônimo disse...

A população não apoia esse movimento sindical. Estes funcionários fizeram o concurso cientes da carga horária ser 40 horas semanal.
Não vejo nada de errado o prefeito exigir o que é correto.

Anônimo disse...

Se fizerem greve é pra cortar o salário. Ou trabalha 40 horas ou nada. O povo está com o prefeito.

Anônimo disse...

ESTÁ CERTO O PREFEITO, TODOS TEM QUE TRABALHAR AS 40 HORAS SEMANAIS. CAMBADA DE PREGUIÇOSOS.

Anônimo disse...

Me solidarizo com a classe dos professores, se for o caso desse louco que gosta de olofotes, insistir em perseguir a classe que luta pela sua carga horária de 30 horas, que recorra a greve e não abra de jeito nenhuma, não devemos ter medo desse DITADOR! isso é coisa do século 19
hoje temos uma rede social muito rápida.

Anônimo disse...

Marcone Barreto tá certo

Anônimo disse...

Amigos da educação, tenha um pouco de paciencia que esse prefeito provisório estar com os dias contados, ele não come a canjica do São João, e vamos fazer o maior bota fora do RN com muito foguetório!, carro de som e o povo nas ruas livre de Ceará Mirim. A justiça eleitoral não estar aí pra ser desmoralizada, por isso confiamos na justiça e logo logo ele será cassado, pela robustez das provas não tem como escapar, até uma Juíza testemunhou contra ele, é só esperar a setença e tchau.

Anônimo disse...

O prefeito está certíssimo com as 40 horas semanais , aí eu pergunto por que é que tem professores entrando na justiça para receber 40 horas ?e agora só querem trabalhar 30 horas . Todos os trabalhadores de um modo geral TEM QUE TRABALHAR 40 HORA SEMANAIS, agora o que está apavorando é que pela manhã eu estava na escola X , a tarde eu estava na escola Y e a noite na escola W e com às 40 horas terei que dá o expediente somente em uma escola éis a questão da insatisfação e assim também está ocorrendo com todas as outras categorias. O prefeito está certíssimo, essa norma não é de hoje já é muito antiga , vão para outras empresas para ver se só irão trabalhar 30 horas. E quanto ao remanejamento é natural , eu estou lotada em uma escola ou um setor não diz que devo me aposentar na mesma .

Anônimo disse...

Tem que arrochar o nó

Anônimo disse...

XORA 55, XORA 55... Ah, vão xorar até quando, hein?


SÓ PRA LEMBRAR UNS ABESTADOS....O IMPERADOR QUE APOIA O GOVERNADOR QUE TAMBEM DAR PÉIA NOPROFESSOR A NIVEL ESTADUAL, QUANDO ERA PROCURADOR DAVA POUCO CASCUDOS NOS PROFESSORES...ERA PEIA, TRATAVA COMO CACHORROS.

XORA 55